notícias

DIA MUNDIAL DA SAÚDE 2017 - Vamos falar de depressão

Publicada: 04/04/2017

Fonte: Organização Mundial de Saúde e Nações Unidas no Brasil

     O Dia Mundial da Saúde é comemorado no dia 07 de Abril e este ano a Organização Mundial da Saúde (OMS) deu início a uma campanha sobre depressão - transtorno que pode afetar qualquer pessoa independente da idade, sexo e condição social.

     A depressão é uma doença que se caracteriza por uma tristeza persistente e pela perda de interesse nas atividades antes prazerosas, além de afetar a capacidade das pessoas de exercerem as tarefas diárias mais simples, interferindo nas relações familiares e de trabalho. As pessoas com depressão frequentemente apresentam vários dos seguintes sintomas: perda de energia; mudança de apetite; necessidade de dormir mais ou menos que o normal; ansiedade; diminuição de concentração; indecisão; inquietude; baixa autoestima; culpa; desesperança e pensamento de autoflagelamento ou suicídio.

     Segundo a OMS, estima-se que 350 milhões de pessoas de todas as idades sofrem com esse transtorno. Há três grupos de pessoas que são mais afetados pela depressão: jovens de 15 a 24 anos, mulheres em idade fértil (especialmente após o nascimento de um filho) e pessoas de idade avançada (mais de 60 anos).  Nos casos mais graves, a depressão pode levar ao suicídio, que atualmente é a segunda maior causa e morte entre as pessoas de 15 a 29 anos.

     A depressão resulta de uma complexa interação de fatores sociais, psicológicos e biológicos. O risco de sofrer de depressão se agrava pela pobreza, desemprego, situações como a morte de um ente querido, ruptura de uma relação afetiva, doenças físicas e problemas decorrentes do uso de álcool e drogas.

     É importante ressaltar que a depressão pode ser prevenida e tratada de maneira eficaz. O tratamento consiste em terapia com conversação e medicação antidepressiva ou uma combinação de ambos os métodos. Os antidepressivos podem ser eficazes no caso de depressão moderada-grave, mas esses medicamentos não são a primeira linha de tratamento para os casos mais brandos e não devem ser usados para tratar depressão em crianças e tampouco são a primeira linha de tratamento para adolescentes. É preciso utilizá-los com cautela. Intervenções direcionadas aos pais de crianças com problemas comportamentais podem reduzir os sintomas depressivos dos pais e melhorar os resultados de seus filhos.

Objetivo da campanha

     O objetivo da campanha é difundir a importância de falar de depressão como um componente vital para cura. O estigma das doenças mentais, incluindo a depressão, segue sendo um obstáculo para que as pessoas em todo o mundo peçam ajuda. 

     Assim, uma melhor compreensão do que é a depressão e de como se pode prevenir e tratá-la contribuirá para reduzir o estigma associado à enfermidade e levará ao aumento no número de pessoas que pedem ajuda.

Falar com uma pessoa de sua confiança pode ser o primeiro passo para curar-se. 

confira outras notícias

SIPAT 2017

Publicada: 19/09/2017

Com o enfoque na conscientização da saúde e da segurança dos colaboradores, realizou-se, entre os dias 11 e 15 de setembro, na Farmácia do Ipam, a SIPAT 2017

SIPAT 2017

Publicada: 23/08/2017

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho (CIPA) da Farmácia do Ipam realizará, de 11 a 15 de setembro de 2017, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho (SIPAT)

Doações Arrecadadas Para São Francisco de Paula

Publicada: 03/04/2017

Funcionários e clientes uniram-se para fazer o bem.